Abralatas adere ao Pacto Global da ONU

14/12/2021

A Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) aderiu ao Pacto Global da ONU ao juntar-se às mais de 19 mil empresas, organizações e instituições signatárias em todo o mundo. No Brasil, são mais de 1.500 participantes comprometidos com o desenvolvimento e implementação de estratégias corporativas sustentáveis que contribuam com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 das Nações Unidas. 

O presidente-executivo da Abralatas, Cátilo Cândido, diz que integrar a Rede Brasil do Pacto Global da ONU é mais uma oportunidade de contribuir com a Agenda 2030 e os 17 ODS. "O setor de latas de alumínio para bebidas é tradicionalmente um dos mais verdes, com uma economia circular que garante o retorno da latinha em 60 dias e com índices de reciclagem, em média, acima dos 95% há mais de 20 anos. Ingressar na Rede Brasil é uma forma da Abralatas se engajar ainda mais nas práticas de ESG e fazer a sua parte para um amanhã melhor e um mundo mais equânime", explicou.

Ao assinar a adesão, o diretor-executivo da Rede Brasil do Pacto Global, Carlo Pereira, enfatizou a importância da participação institucional na Rede. "Não alcançaremos os ODS se não contarmos com a participação de todas e todos. Atualmente a Rede Brasil é a terceira maior rede do mundo e a que mais cresce, o que mostra que o setor privado brasileiro está cada vez mais preocupado com as questões de sustentabilidade. Estamos na hora da ação, de contribuir de fato. Por isso é tão importante termos tantos stakeholders engajados nessa agenda. Todas e todos juntos, sem deixar ninguém para trás", afirmou.

Ao entrar no Pacto Global da ONU, as organizações assumem o compromisso de implementar os dez Princípios da iniciativa nas estratégias corporativa, que estão relacionados a boas práticas de direitos humanos, trabalho justo, meio ambiente e combate à corrupção. O Pacto Global não é um instrumento regulatório, mas uma iniciativa que busca oferecer diretrizes para a promoção do crescimento sustentável e da cidadania, por meio de lideranças corporativas comprometidas e inovadoras.