06/02/2019 ENERGIA EÓLICA

Voltalia terá mais um projeto no Brasil

Empresa de energia renovável e prestadora de serviços, a Voltalia assinou contrato com a SiemensGamesa, fornecedora de soluções de energia eólica, para a compra de 36 aerogeradores para a nova usina Ventos da Serra do Mel 2 (VSM 2), localizada no município da Serra do Mel (RN). A usina tem capacidade para 128 MW. 
 
A Voltalia já havia assinado dois contratos com a SiemensGamesa para aquisição de 13 turbinas para o Vila Acre I (27 MW) e de 47 unidades para o parque Ventos da Serra do Mel 1 (VSM 1) com capacidade de 163 MW. As turbinas que serão instaladas no VSM 2 são do modelo SG 3.4-132, com potência nominal de 3,55 MW cada e rotores com um diâmetro de 132 metros, que se elevarão em 120 metros acima do solo.
 
“Depois de garantir vários contratos de venda de energia de longo prazo no Brasil desde o final de 2017, atualmente estamos construindo 291 MW de usinas de energia com uma antecipação significativa para comissioná-las no decorrer de 2020. Ao todo, instalaremos um número adicional de 83 turbinas eólicas em nosso cluster de Serra Branca, localizado em uma das áreas mais ventosas do Brasil. O projeto VSM 2 eleva nossa capacidade total em operação e construção para 911 MW”, comenta Sébastien Clerc, CEO da Voltalia. 
 
Para Robert Klein, CEO da Voltalia no Brasil, o projeto Ventos da Serra do Mel (1 e 2) é mais um importante investimento da Voltalia no Brasil. A empresa já opera mais de 300 MW. A expansão faz parte da estratégia de concentrar projetos numa mesma região e, desta forma, ter ganho em escala e facilidade de operação. Após a construção deste novo parque, a Voltalia terá ainda mais de 1,5 GW de possíveis expansões, o que poderá fazer Ventos da Serra do Mel um dos maiores sites de energia eólica da América Latina. Os contratos de venda de energia de longo prazo foram garantidos para o VSM 2 com previsão para o início de 2021 (64 MW) e 2024 (64 MW). Os MW/hora produzidos entre o comissionamento da usina a partir dessas datas serão vendidos a preços atrativos no mercado.

Veja também

17/06/2019
FONTES LIMPAS | Santander quer ser 100% renovável
10/06/2019
FONTES RENOVÁVEIS | Google tem 100% de consumo
03/06/2019
RESÍDUOS SÓLIDOS | Universalização depende de R$ 7,6 bi
02/06/2019
ENERGIA EÓLICA | EDF encomenda 147 MW
27/05/2019
FONTES RENOVÁVEIS | Frente Parlamentar debate transição
20/05/2019
BIOENERGIA | Geração com palha da cana-de-açúcar
20/05/2019
EFICIÊNCIA ENERGÉTICA | AngloGold Ashanti apoia startup
13/05/2019
ENERGIA | Eólica tem crescimento recorde