Toyota investirá US$ 13,5 bilhões em baterias

09/09/2021

A Toyota Motor Corporation irá investir de US$ 13,5 bilhões no desenvolvimento e fornecimento de baterias e sistemas auxiliares de carregadores até 2030. A montadora pretende cortar o preço de suas baterias em 30% e, para atingir tal meta, vai replanejar a estrutura das células da bateria e os materiais usados na linha de produção. A Toyota foi a primeira a oferecer um carro híbrido — movido à gasolina e eletricidade — no mercado automobilístico, com o lançamento do Prius, em 1997.

O diretor-executivo de Tecnologia da Toyota, Masahiko Maeda, disse que o Toyota bZ4X — modelo SUV elétrico que deve ser lançado até 2025 — será o primeiro carro da montadora a apresentar redução de 30% no consumo de energia por quilômetro rodado. Para liderar o mercado, a Toyota pretende manufaturar em massa. Caso seja bem-sucedida, a estratégia pode significar uma drástica mudança para as montadoras: as baterias de estado sólido têm maior capacidade de armazenamento de energia e menor chance de pegar fogo, além de carregarem mais rápido.

Entretanto produzir este tipo de bateria é mais caro, pois o dispositivo precisa ser manufaturado e costuma rachar enquanto contrai e expande durante testes de uso. “Ainda estamos tentando encontrar os melhores materiais para produção”, disse o executivo. A Toyota afirmou que planejava usar baterias de estado sólido em veículos híbridos, como o Prius.