23/02/2017 ÁGUAS RESIDUAIS

Suez fará tratamento através de vegetação na Ásia

Um parque com 23 hectares de vegetação diversificada é a técnica escolhida pela Suez para tratar os diversos tipos de micropoluentes das águas residuais da Shangai Chemical Industry Park (SCIP), maior petroquímica da China. O investimento totaliza 18,5 milhões de euros.

A tecnologia Zone Libellule a ser utilizada no SCIP foi desenvolvida pela Suez e testada pela primeira vez em 2009 na França, na Estação de Tratamento de Esgoto St Just (Hérault). Durante cinco anos, o centro de pesquisas da Suez refinou a tecnologia, dimensionando-a para adequá-la a todos os tipos de tratamento de efluentes e às necessidades locais. O tratamento escolhido permitirá selecionar diversas espécies de plantas pela sua capacidade de depuração, resistência ao sal (é alto o nível de salinidade dos efluentes do parque) e outras características ecológicas, melhorando a qualidade das descargas do parque industrial de Xangai sob vários parâmetros de poluição dos efluentes: demanda química de oxigênio (DQO), metais, fósforo, nitrogênio etc.

O projeto contempla um espaço úmido artificial junto à estação de tratamento de águas residuais em que o desenvolvimento da biodiversidade aumenta o combate aos micropoluentes e limita sua difusão em água doce ou marinha.  A diversidade de habitats criados pela Suez vai permitir a colonização da fauna local e a sobrevivência de espécies da flora nas zonas úmidas. Para tornar o sistema autossuficiente, o projeto receberá a instalação de painéis solares e turbinas eólicas para produzir energia verde. 

Na China, a Suez atua na gestão da água e de resíduos na parte continental, Hong Kong, Macau e Taiwan há mais de 40 anos. Com 8 mil funcionários e mais de 60 empresas formadas com parceiros locais, a Suez auxilia as autoridades e a indústria no desenvolvimento de soluções inovadoras para enfrentar o desafio do clima e da gestão sustentável dos recursos.

Atualmente, a companhia abastece com água potável 20 milhões de chineses, faz a gestão de resíduos em Hong Kong e presta serviços ambientais em 11 parques industriais. Em 2016, a Suez tornou-se acionista majoritária da NWS Holdings.

Veja também