23/08/2019 LIXO

SP amplia prazo para cadastro

A Prefeitura de São Paulo prorrogou para 9 de setembro o prazo para proprietários de estabelecimentos comerciais, como restaurantes, padarias, farmácias, shopping centers e condomínios não residenciais, realizarem o cadastro no site da prefeitura (https://www.ctre.com.br/login) e declarar o volume de lixo gerado. O cadastro é feito dentro de um sistema autodeclaratório e integra as iniciativas do poder público de facilitar o controle e o cumprimento da Lei 13.478, de 2002, regulamentada pelo Decreto nº 58.701, de 2019, que trata do lixo gerado nos estabelecimentos comerciais. 
 
Inicialmente o prazo para cadastramento ia até 10 de julho, mas devido ao alto volume de adesão dos estabelecimentos comerciais (hoje com 45 mil inscritos no site) e a grande procura pelos comerciantes que ainda não fizeram a declaração, a Prefeitura decidiu ampliar o prazo. A prorrogação foi publicada no Diário Oficial no dia 11 de julho por meio da Resolução 134/2019 da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb).  
 
É considerado “Grande Gerador” o estabelecimento que produz mais de 200 litros diários de lixo. Neste caso o comerciante deverá contratar uma empresa responsável pela execução dos serviços de coleta, transporte, tratamento e destinação final dos resíduos gerados, de acordo com o artigo 141. da Lei 13.478 de 2002. A exigência do cadastro também engloba as empresas com sede fora da capital, mas que prestam serviços no processo de transporte, manuseio, reciclagem ou destino final de resíduos sólidos gerados na cidade de São Paulo. 

Veja também

08/11/2019
RESÍDUOS | Senalimp 2019 e Fórum Waste Brasil
17/10/2019
RESÍDUOS SÓLIDOS | Abetre vai presidir Câmara Ambiental da Cetesb
17/09/2019
LIXO ELETRÔNICO | Semasa combate descarte incorreto
03/06/2019
ATERRO ZERO | General Mills implanta programa
03/06/2019
RESÍDUOS SÓLIDOS | Universalização depende de R$ 7,6 bi
13/05/2019
RESÍDUOS SÓLIDOS | Portaria prevê recuperação energética