São Paulo inicia coleta de gesso

04/06/2021

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), passa a receber gesso nos Ecopontos da cidade para reciclagem. A iniciativa visa reduzir o descarte irregular do material nas ruas e contribuir com a sustentabilidade do município. O projeto será implantando inicialmente em 36 unidades em diversas regiões da cidade e será expandido gradativamente para os demais Ecopontos. “O recebimento de gesso nos Ecopontos é um grande avanço para gestão de resíduos sólidos na cidade de São Paulo. É a soma de esforços da administração pública em parceria com o setor privado para combater o descarte irregular desse material nas ruas e contribuir com a preservação do meio ambiente”, diz Roberto Perosa, Presidente da AMLURB. 

A AMLURB realizou projeto-piloto de oito meses para implantação do projeto de gesso nos Ecopontos em algumas unidades para testar a viabilidade técnica e adesão da população. Durante esse período, foram recebidas e recicladas cerca de oito mil toneladas de gesso. A reciclagem do gesso é uma parceria da autarquia com a Multiplus, empresa especializada na reciclagem do material no Estado de São Paulo, que fará a coleta, transporte e tratamento do gesso. “A reciclagem do gesso é uma alternativa 100% eficiente e sustentável para o meio ambiente. Através do tratamento do material, é possível diminuir os impactos ambientais do processo de extração da pedra de gesso (gipsita) e oferecer destinação correta para diminuir o descarte irregular do material”, conta Felipe Montanini, Gerente Comercial da Multiplus. 

A Multiplus realizará o processo industrial para reciclagem, através da separação do gesso de materiais contaminantes, onde é reaproveitado 100% dos resíduos. Com isso, o gesso reciclado retorna à cadeia produtiva como matéria-prima para os setores da agricultura e construção civil. Para expandir a iniciativa, a Prefeitura inaugura dois novos Ecopontos na Zona Leste, localizados na Subprefeitura de São Miguel Paulista – Ecoponto Jardim Romano e Ecoponto Jardim Helena. Com as novas unidades, a cidade totalizará 120 Ecopontos.

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), passa a receber gesso nos Ecopontos da cidade para reciclagem. A iniciativa visa reduzir o descarte irregular do material nas ruas e contribuir com a sustentabilidade do município. O projeto será implantando inicialmente em 36 unidades em diversas regiões da cidade e será expandido gradativamente para os demais Ecopontos. “O recebimento de gesso nos Ecopontos é um grande avanço para gestão de resíduos sólidos na cidade de São Paulo. É a soma de esforços da administração pública em parceria com o setor privado para combater o descarte irregular desse material nas ruas e contribuir com a preservação do meio ambiente”, diz Roberto Perosa, Presidente da AMLURB. 

A AMLURB realizou projeto-piloto de oito meses para implantação do projeto de gesso nos Ecopontos em algumas unidades para testar a viabilidade técnica e adesão da população. Durante esse período, foram recebidas e recicladas cerca de oito mil toneladas de gesso. A reciclagem do gesso é uma parceria da autarquia com a Multiplus, empresa especializada na reciclagem do material no Estado de São Paulo, que fará a coleta, transporte e tratamento do gesso. “A reciclagem do gesso é uma alternativa 100% eficiente e sustentável para o meio ambiente. Através do tratamento do material, é possível diminuir os impactos ambientais do processo de extração da pedra de gesso (gipsita) e oferecer destinação correta para diminuir o descarte irregular do material”, conta Felipe Montanini, Gerente Comercial da Multiplus. 

A Multiplus realizará o processo industrial para reciclagem, através da separação do gesso de materiais contaminantes, onde é reaproveitado 100% dos resíduos. Com isso, o gesso reciclado retorna à cadeia produtiva como matéria-prima para os setores da agricultura e construção civil. Para expandir a iniciativa, a Prefeitura inaugura dois novos Ecopontos na Zona Leste, localizados na Subprefeitura de São Miguel Paulista – Ecoponto Jardim Romano e Ecoponto Jardim Helena. Com as novas unidades, a cidade totalizará 120 Ecopontos.