10/10/2018 ENERGIA EÓLICA

Recursos para 13 parques no RN

O BNDES aprovou R$ 619,4 milhões para implantação de 13 parques eólicos nos municípios de Pedra Grande e São Bento do Norte, ambos no Rio Grande do Norte, além do sistema de transmissão. Ao todo serão instalados 149 aerogeradores. 
 
Os parques terão capacidade de geração instalada de 312,9 MW, energia suficiente para abastecer cerca de 570 mil residências. O projeto consiste na implantação de duas unidades: o Complexo Eólico Cutia e o Complexo Eólico Bento Miguel. O Complexo de Cutia contará com sete parques eólicos, totalizando 86 aerogeradores, com capacidade instalada de 180,6 MW. Os parques do complexo deverão entrar em operação comercial plena até janeiro de 2019. Já Bento Miguel, com seis parques eólicos, contará com 63 aerogeradores e capacidade instalada de 132,3 MW. Seus parques deverão estar em fase operacional a partir de janeiro de 2019.
 
Os dois complexos compartilharão uma subestação coletora e uma linha de transmissão com 32 km de extensão, conectada à subestação Touros, de propriedade da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf).
Os recursos correspondem a 30% do investimento total, que é superior a R$ 2 bilhões e serão liberados para a Cutia Empreendimentos Eólicos S.A., holding proprietária de treze Sociedades de Propósitos Específicos (SPEs). Estima-se que durante as obras sejam criados 710 empregos diretos.

Veja também

05/07/2019
ENERGIA RENOVÁVEL | Setor já emprega 11 milhões de pessoas
05/07/2019
FONTES RENOVÁVEIS | Energia solar para operar ETE
17/06/2019
FONTES LIMPAS | Santander quer ser 100% renovável
10/06/2019
FONTES RENOVÁVEIS | Google tem 100% de consumo
03/06/2019
RESÍDUOS SÓLIDOS | Universalização depende de R$ 7,6 bi
02/06/2019
ENERGIA EÓLICA | EDF encomenda 147 MW
27/05/2019
FONTES RENOVÁVEIS | Frente Parlamentar debate transição
20/05/2019
BIOENERGIA | Geração com palha da cana-de-açúcar
20/05/2019
EFICIÊNCIA ENERGÉTICA | AngloGold Ashanti apoia startup