16/08/2017 AEGEA

Receita líquida cresce 18,1% no trimestre

A Aegea registrou receita líquida de R$ 285,9 milhões no segundo trimestre de 2017, um aumento de 18,1% quando comparado ao mesmo trimestre do último ano. O Ebitda alcançou R$ 149,6 milhões, crescimento de 13,1%. Entre os fatores para o bom desempenho na empresa no trimestre estão o aumento no número de domicílios atendidos com serviços de água e esgotamento sanitário, que foi 8,9% e 27%, respectivamente, maior do que o apresentado no segundo trimestre de 2016. As concessionárias novas representam 69,4% desse crescimento. No âmbito das concessões entrantes da Aegea, este trimestre foi principalmente marcado pelo início das operações da companhia em Vila Velha (ES) e Teresina (PI), iniciadas em julho. 
 
O índice de perdas da Aegea caiu 2,4%, para 36,6% no segundo trimestre, contra 38,9% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Segundo a concessionária, a redução aconteceu devido às medidas tomadas pela equipe de gestão de perdas através de ações, como: redução de pressão nas redes de distribuição de água; instalação de sensoriamento e válvulas reguladoras de pressão e outras ações ligadas a controle ativo de vazamentos.
 
O aumento dos investimentos também teve destaque no período apurado. No acumulado de 12 meses, a companhia realizou R$ 404,0 milhões em investimentos, R$ 44,0 milhões mais do que no 2º semestre de 2016. A linha de P&D recebeu um aumento de R$ 5,8 milhões decorrente de novas licitações, elaboração de programas de manifestação de interesses e desenvolvimento de projetos. A Aegea encerrou o trimestre com 2.588 colaboradores ativos, um aumento de 6,5% em relação ao período anterior. Ainda em relação ao trimestre, houve redução de 0,6% da taxa de inadimplência de 180 dias, fruto de ações comerciais bem-sucedidas.