18/03/2019 MATA ATLÂNTICA

Projeto tenta salvar mico-leão-da-cara-preta

A Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS) inicia, em março, as atividades do Projeto de Conservação do Mico-leão-da-cara-preta (Leontopithecus caissara). O primata está em uma lista de animais ameaçados de extinção, e também é endêmico, ou seja, existe apenas em uma área restrita situada nos estados de São Paulo e do Paraná (Grande Reserva Mata Atlântica). 
 
A população estimada atualmente é de 400 indivíduos, e está classificada como ‘em perigo’ pela Lista Nacional de Espécies Ameaçadas de Extinção, elaborada pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). As principais ameaças estão relacionadas ao isolamento de populações causado pela construção de um canal que separou o continente da ilha, promovendo desconexão de hábitat, além da perda e fragmentação de áreas naturais continentais de distribuição da espécie. ”O Plano de Ação Nacional (PAN) para a Conservação dos Primatas da Mata Atlântica e da Preguiça-de-coleira contempla 13 espécies de primatas da Mata Atlântica ameaçadas de extinção, entre elas o mico-leão-da-cara-preta. Projetos como esse são extremamente importantes pois precisamos da cooperação de outras instituições para alcançar nossos objetivos”, afirma o coordenador do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Primatas Brasileiros do ICMBio, Leandro Jerusalinsky. 

Veja também

27/05/2019
MATA ATLÂNTICA | Desmatamento cai novamente
13/05/2019
BIODIVERSIDADE | Curso aborda inventário molecular
13/03/2019
MATA ATLÂNTICA | Movimento Grande Reserva
17/02/2019
AMAZÔNIA | Plano para conservar Mamíferos
25/09/2018
BAIXADA SANTISTA | Mongaguá ganha PEV de pesca