25/06/2018 ÁGUA PÓTAVEL

Perdas equivalem a 7 mil piscinas olímpicas

Segundo levantamento do Instituto Trata Brasil, o País desperdiçou o equivalente a sete mil piscinas olímpicas por dia ou seis vezes a capacidade do Cantareira cheio em 2016. A perda financeira quase alcançou valor total de investimento do setor de saneamento básico no País no ano, de R$ 11,5 bilhões. O desperdício é causado no geral por vazamentos nas tubulações, erros de leitura de hidrômetros, roubos e fraudes. Os números são do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) de 2016. 
 
O estudo ainda aponta que o índice de perdas na distribuição de água no País em 2016 é o maior em cinco anos. Entre 2012 e 2015, o percentual variou pouco, de 36,7% para 37%, apontando uma estabilidade. Em 2016, porém, a tendência foi de alta, chegando a 38,1%.

Veja também

07/08/2018
SEMIÁRIDO | Vendas da AMA atingem R$ 2 milhões
15/06/2018
RECURSOS HÍDRICOS | White Martins reduz uso de água nas fábricas
08/06/2018
ÁGUAS E SANEAMENTO | S. J. dos Campos terá parque tecnológico
29/05/2018
ÁGUA PURA | P&G expande programa na Bahia
05/04/2018
AQUÍFERO GUARANI | Abas desmente privatização
05/04/2018
RECURSOS HÍDRICOS | Manuais sobre gerenciamento são lançados