21/10/2017 RECURSOS HÍDRICOS

Livro apresenta soluções de Israel para o Brasil

O escritor, empreendedor e ativista Seth M. Siegel realiza o lançamento do livro ‘Faça-se a Água – a solução de Israel para um mundo com sede de água’ e a palestra-debate sobre a obra nos dias 16 e 17 de outubro. O lançamento do livro e palestra-debate ocorre dia 16, a partir das 19h, no Teatro Tuca, com entrada franca. No dia seguinte, a partir das 18h30 e também com entrada gratuita há uma palestra, com lançamento do livro e autógrafos, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, também em São Paulo. Senior Fellow do Centro de Políticas de Água da Universidade de Wisconsin, nos Estados Unidos, Siegel já falou sobre problemas e questões relacionadas à água em dezenas de países da Europa, América, África e Ásia. O livro foi recentemente publicado em português pela Educ, editora da PUC-SP (350 páginas). 
 
Seth M. Siegel ficará no Brasil de 16 a 19 de outubro para uma série de encontros. Além da palestra-debate na PUC-SP, terá outros importantes eventos. Também no dia 16, também terá um encontro com o presidente da Sabesp, Jerson Kelman. No dia 17, às 18h30, faz uma breve palestra, com lançamento do livro e autógrafos, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo (av. Paulista, 2073). Além disso, tem uma palestra na Fundação FHC (dia 18) e uma reunião no Ministério do Meio Ambiente, em Brasília (dia 19). 
 
Publicado originalmente em língua inglesa, Let There Be Water: Israel’s Solution for a Water-Starved World, o livro foi traduzido para 14 idiomas e está à venda em mais de 40 países. O livro narra como se sustentando em três pilares - educação, tecnologia e política - Israel, inicialmente um país pobre, com população em rápido crescimento, em uma região escassa de água, resolveu seu problema hídrico e tem atualmente água em abundância. O livro ganhou dois prêmios literários: medalha de bronze do Axiom Business Book Award (2016) e Nautilus Book Award e foi listado na “Best ‘Big Idea’ Books of 2015”, do Daily Beast, e nas listas “Best Books of 2016”, da National Review.
 
Universidades de todo o mundo tem adotado o livro em cursos de engenharia, agricultura, políticas públicas, negócios e história e convidado autor para realizar palestras sobre o tema. Para o autor, o livro, agora publicado em português, poderá influenciar o pensamento do governo, da mídia, acadêmicos e líderes empresariais para a questão da água no Brasil. “Embora a Amazônia seja a maior fonte de água doce do mundo, isso não significa que o País tenha um futuro seguro para a água”, afirma. 
 
Segundo Siegel, 60% da superfície terrestre do planeta logo mais experimentarão um desequilíbrio alarmante entre as demandas crescentes de água e a água disponível. Se ações não forem colocadas em prática, o preço dos alimentos aumentará e o crescimento econômico vai se desacelerar. E a consequência provável será a instabilidade política. 
 
O livro revela métodos e técnicas de inventores, frequentemente muito pouco convencionais, que permitiram a Israel se tornar líder mundial em tecnologia hídrica de ponta. Apesar dos poucos recursos hídricos naturais, com uma população e uma economia em rápido crescimento e vizinhos frequentemente em conflitos, Israel tem constantemente ocupado a posição de líder na curva de inovação hídrica – que deve assegurar um futuro dinâmico e vital. “Com a leitura de Faça-se a Água espera-se que toda cidade, país e leitor possam se beneficiar do conhecimento de como Israel fez para superar desafios assustadores e se transformar de uma terra ressequida em uma superpotência hídrica”, diz Siegel. 

Veja também

09/11/2017
ÁGUAS RESIDUAIS | Planta à base de nanotecnologia no Peru
20/10/2017
GUARAPIRANGA | Livro traz os 100 anos da represa
10/10/2017
PERDA DE ÁGUA | Suez mostra cases de combate na Fenasan
06/10/2017
TRATAMENTO DE ÁGUA | Livro faz abordagem muldisciplinar
12/09/2017
RECURSOS HÍDRICOS | Gestão integrada é debatida por organizações
08/09/2017
RECURSOS HÍDRICOS | Proam debate água na AL e Europa