06/12/2017 ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA

Inclusão no Minha Casa, Minha Vida

O Governo Federal aprovou Portaria nº 643/2017 que estabelece as condições gerais para provisão de sistemas alternativos de geração de energia para empreendimentos contratados no Programa Minha Casa, Minha Vida. 
 
A iniciativa é resultado da parceria entre o Ministério das Cidades, Ministério do Trabalho e Fiesp. Os estudos contaram com a coordenação da Fiesp e trabalhos técnicos da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), Furnas e instituições parceiras. “A Absolar e o setor solar fotovoltaico celebram com grande alegria este marco histórico do Ministério das Cidades, que contribuirá para o desenvolvimento social, econômico e ambiental do País, com especial atenção aos menos favorecidos. Isso demonstra que a energia solar fotovoltaica está se tornando uma tecnologia democrática e acessível a todas as faixas de renda”, comemora Sauaia.
 
Com a energia solar fotovoltaica em residências e condomínios do Minha Casa, Minha Vida, será possível reduzir em até 70% os gastos com energia elétrica dos beneficiados. “Este passo contribuirá também para a geração de milhares de empregos locais e de qualidade, criando novas oportunidades de trabalho para a população, distribuindo renda, movimentando a economia e gerando riqueza ao País”, explica Sauaia.
 

Veja também

25/06/2018
EFICIÊNCIA ENERGÉTICA | UFPR vai ter economia de R$ 1 milhão anual
15/06/2018
ENERGIA SOLAR | São Paulo apoia pequenas empresas
15/06/2018
FONTES ALTERNATIVAS | BNDES aprova mudanças para o Fundo Clima
25/05/2018
MOBILIDADE URBANA | Furnas e COPPE desenvolvem ônibus híbrido
25/05/2018
ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA | Brasil atinge marca histórica de 250 MW
07/05/2018
ENERGIAS LIMPAS | Uma usina solar do tamanho de Paris