Grupo Gera quer ampliar investimentos

04/06/2021

O Grupo Gera planeja investir na construção de projetos próprios de geração de energia limpa que somam 35 MW em diversos estados brasileiros. Além dos projetos da própria empresa, a Gera quer agregar ainda um portfólio de mais de 70 MW de usinas com participação direta da organização na viabilização e implantação. O plano de investimento em projetos próprios é cinco vezes maior em 2021 do que o montante investido em 2020, dividido entre empreendimentos e soluções tecnológicas. 

Em 2020, o Grupo Gera iniciou as operações das usinas a partir de biogás de São Pedro da Aldeia (1,4MW), para atender a um contrato de fornecimento para a Vivo, e de Três Rios, com 1 MW fornecido para as Lojas Americanas e mais 1 MW para a rede Santander. A companhia também mantém contratos de fornecimento de energia para empresas como Grupo Águas do Brasil, Oi e Raízen, bem como expandiu em 2020 os negócios com as Lojas Americanas e o Banco Santander. 

Ramon Oliveira, diretor do Grupo Gera, disse que apesar de 2020 ter sido um ano de pandemia, a empresa conseguiu manter o foco e entregar projetos e atender aos compromissos junto aos clientes, graças a uma equipe muito comprometida e rápida adaptação a nova realidade de ambiente de trabalho e volatilidade do mercado. “Como resultado, tivemos um crescimento de faturamento de 120% de 2019 para 2020”, informa. “As constantes variações do câmbio foram um desafio adicional, que exigiu muito comprometimento de toda a equipe para buscar opções de financiamento e negociação com fornecedores para manter o planejamento de implantação e viabilizar os projetos”, acrescenta Oliveira. O Grupo colocou consumidores e clientes no centro da tomada de decisão e, por isso, conseguiu uma demanda para novos projetos e desenvolvimento de soluções.