18/04/2018 ENERGIA

Estudo mostra avanço das renováveis

A Agência Internacional de Energia Renováveis (IRENA) acaba de lançar um novo estudo mostrando como o mercado energético global deverá evoluir até 2050. O estudo traz números interessantes, como o crescimento de participação da energia renovável no setor de energia - de 25%, em 2017, para 85%, até 2050, principalmente através do crescimento da geração de energia solar e eólica. Essa transformação supriria 7,4 milhões de empregos em combustíveis fósseis até 2050, mas geraria 19 milhões de novos empregos em energia renovável, eficiência energética e melhoria da rede e flexibilidade energética - ou seja, saldo positivo de 11,6 milhões de novos empregos.

A eficiência energética e as energias renováveis ​​são os principais pilares da transição para fontes limpas de energia, como exigido pelo Acordo de Paris. Juntos, eles podem fornecer mais de 90% das reduções de emissão de CO2 relacionadas à energia que são necessárias, usando tecnologias seguras, confiáveis, acessíveis e amplamente disponíveis.  Ou seja, outra boa notícia é que é técnica e economicamente viável cumprir a meta do Acordo de Paris de manter o aumento da temperatura do planeta abaixo de dois graus centígrados.

 

Veja também

06/11/2018
ENERGIA EÓLICA | Vestas vai produzir naceles no CE
10/10/2018
CARVÃO | Coreanos anunciam corte de verba
10/10/2018
COGERAÇÃO | R$ 63 milhões para usina paulista
10/10/2018
ENERGIA EÓLICA | Recursos para 13 parques no RN
03/10/2018
ENERGIA RENOVÁVEL | Empresa quer usar 100% até 2025
25/09/2018
VEÍCULOS ELÉTRICOS | Volvo Trucks mostra solução sustentável
14/09/2018
ENERGIA SOLAR | Mais instalações em casas e empresas
05/09/2018
VEÍCULOS ELÉTRICOS | Itaipu e Copel instalam estação de recarga
05/09/2018
ENERGIA SOLAR | Absolar cobra política para o setor
27/08/2018
VEÍCULOS ELÉTRICOS | Volta Redonda ganha três ônibus