18/04/2018 ENERGIA

Estudo mostra avanço das renováveis

A Agência Internacional de Energia Renováveis (IRENA) acaba de lançar um novo estudo mostrando como o mercado energético global deverá evoluir até 2050. O estudo traz números interessantes, como o crescimento de participação da energia renovável no setor de energia - de 25%, em 2017, para 85%, até 2050, principalmente através do crescimento da geração de energia solar e eólica. Essa transformação supriria 7,4 milhões de empregos em combustíveis fósseis até 2050, mas geraria 19 milhões de novos empregos em energia renovável, eficiência energética e melhoria da rede e flexibilidade energética - ou seja, saldo positivo de 11,6 milhões de novos empregos.

A eficiência energética e as energias renováveis ​​são os principais pilares da transição para fontes limpas de energia, como exigido pelo Acordo de Paris. Juntos, eles podem fornecer mais de 90% das reduções de emissão de CO2 relacionadas à energia que são necessárias, usando tecnologias seguras, confiáveis, acessíveis e amplamente disponíveis.  Ou seja, outra boa notícia é que é técnica e economicamente viável cumprir a meta do Acordo de Paris de manter o aumento da temperatura do planeta abaixo de dois graus centígrados.

 

Veja também

14/04/2019
COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS | Banco Mundial financia mais projetos
14/04/2019
EQUIPAMENTOS | Pá carregadeira movida a metano
07/04/2019
ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA | Setor ganha plataforma financeira online
28/03/2019
BURITIRAMA | Investimentos em energia renovável
28/03/2019
COMPLEXO EÓLICO | Vale dos Ventos completa dez anos
18/03/2019
ENERGIA LIMPA | Cinema 100% movido a energia solar
07/03/2019
GESTÃO ENERGÉTICA | AHK-Rio promove dois cursos
19/02/2019
EFICIÊNCIA ENERGÉTICA | Braskem e Siemens investem no ABC