31/07/2017 ENERGIA SOLAR

Consórcios e financiamentos tornam opção mais acessível

Segundo números da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), até abril deste ano foram instalados mais de 10 mil painéis solares de microgeração de energia em todo País, o dobro em comparação aos últimos seis meses. Entre os motivos para o crescimento das instalações estão a redução da conta de luz a médio e longo prazos e também o fator ambiental, já que a energia solar está entre as fontes mais limpas disponíveis atualmente. Em contrapartida, ainda pesa o cisto para instalação dos painéis solares. De acordo com uma pesquisa divulgada em 2016 no Portal Solar, em que se analisaram os valores de várias empresas de energia solar no Brasil, o custo para obter essa tecnologia varia de acordo com o local e tamanho do telhado, com custo inicial a partir de R$ 10 mil. 
 
Com o objetivo de facilitar o investimento mais sustentável, o Sicredi desenvolveu uma linha de crédito específica para a compra de equipamento de geração de energia elétrica solar, com possibilidades de financiamento ou então consórcio. “As fontes alternativas de energia devem acompanhar a necessidade das pessoas e é uma tendência pensarmos mais em soluções que sigam a tecnologia, preservando o meio ambiente”, afirma Adriana Zandoná França, gerente de Desenvolvimento de Negócios – Consórcio, da Central Sicredi PR/SP/RJ.

Veja também