29/01/2018 RECICLAGEM

Coca-Cola quer recolher 100% das embalagens

A The Coca-Cola Company anunciou sua nova política de embalagens que tem como meta ajudar a recolher o equivalente a 100% das embalagens que coloca no mercado, até 2030, em todos os países onde atua. No Brasil, entre 2016 e 2021, a empresa terá investido R$ 1,6 bilhão para cumprir o objetivo, com ações em três frentes: design, coleta e parceria. 
 
Atualmente, a Coca-Cola dá destinação correta a 51% de suas embalagens produzidas e planeja atingir 66% até 2020. Em 2016, este índice era de 36%. O crescimento aconteceu graças ao aumento de embalagens retornáveis, uso de resina reciclada para a confecção de novas garrafas (Bottle to Bottle) e apoio a mais de 200 cooperativas de reciclagem em todo o país. “Os números mostram que temos trabalhado de forma consistente, o que nos dá confiança e estímulo para alcançarmos, aqui no Brasil, o objetivo de termos 100% das nossas embalagens destinadas corretamente em 2030. Temos que fazer isso porque é o certo e é o que as pessoas esperam de uma empresa líder como a nossa.” afirma o presidente da Coca-Cola Brasil, Henrique Braun.
 
A Coca-Cola tem investido em infraestrutura, entre ampliação de linhas de retornáveis, equipamentos de fábrica, compra de vasilhames e engajamento do consumidor, e também em cooperativas de reciclagem. Do total de R$ 1,6 bilhão previsto entre 2016 e 2020, R$ 1,2 bilhão representa o investimento de hoje até 2020. Entre as iniciativas da companhia, as ações de reuso de embalagens estão voltadas para dobrar em cinco anos (2016-2020), a participação de retornáveis no portfólio, chegando a 30%. Atualmente, as garrafas de plástico tem cerca de 20% menos peso do que as produzidas há dez anos. E, desde 2008, a Coca-Cola Brasil investe continuamente na capacitação de cooperativas de reciclagem e em iniciativas de inclusão dos catadores.
 
A Coca-Cola realiza parcerias com catadores de materiais recicláveis desde 2008, em linha com o que prevê o Acordo Setorial de Embalagens, assinado em 2015. No ano passado, a empresa anunciou sua nova plataforma em reciclagem, o Reciclar pelo Brasil. Em parceria com seu principal concorrente, passou a coinvestir de forma mais eficiente e gerando um aumento de até 25% nos aportes recebidos por elas. Coordenado pela Associação Nacional dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (ANCAT), o programa Reciclar pelo Brasil impacta, inicialmente, 110 cooperativas e cinco mil famílias. Ao todo, a empresa apoia 200 cooperativas. 

Veja também

25/09/2018
COBRE | 25 mil kg de cabos reciclados
05/09/2018
PLÁSTICOS | Lançado Manual Perda Zero de Pellets
17/08/2018
RECICLAGEM | Diageo amplia programa Glass is Good
09/07/2018
ÓLEO DE COZINHA | Soya Recicla atinge 5 milhões de litros
09/07/2018
LIXO | RJ incrementa coleta seletiva
12/04/2018
ROTA DA RECICLAGEM | Ferramenta completa dez anos
22/02/2018
LOGÍSTICA REVERSA | Parceria de sucesso em Maringá