04/04/2017 SUSTENTABILIDADE

Coca-Cola lança Minha Galera faz Eco

A Coca-Cola Femsa apresentou ontem, 30 de março, a segunda edição do programa ambiental “Minha Galera Faz Eco”, criado para disseminar, entre os jovens, a importância da preservação ambiental. O workshop de lançamento, realizado na fábrica da empresa em Itabirito (MG), foi voltado a diretores, coordenadores pedagógicos e professores das escolas públicas e particulares de Brumadinho, Itabirito, Moeda e Nova Lima.
 
Na edição 2017 o programa irá abordar a importância da política dos ‘5Rs’ - Repensar, Reduzir, Reaproveitar, Reciclar e Recusar produtos que gerem impactos socioambientais significativos. As escolas que queiram participar do projeto podem fazer inscrição até 5 de maio pelo telefone 0800 0052843. Os alunos participantes deverão elaborar um ‘case’com o objetivo de gerar benefícios diretos ao meio ambiente com impactos positivos na comunidade, município ou Estado. Os alunos terão suporte online para tirar dúvidas sobre o desenvolvimento do projeto, que oferecerá base pedagógica voltada à conservação ambiental e ao tema (artigos, reportagens, vídeos, fotos e links).
De acordo com o gerente de Assuntos Corporativos da Coca-Cola Femsa Brasil, Rodrigo Simonato, a meta do “Minha Galera Faz Eco” é ir além do ambiente escolar, divulgando o conteúdo para a população das quatro cidades mineiras. “Nosso objetivo é o de fomentar nas comunidades e nos jovens a importância de atitudes sustentáveis, o que reforça nosso compromisso com a questão socioambiental”, diz Simonato. O “Minha Galera faz Eco” terá também o “Ecoquiz”, um quiz sobre sustentabilidade em que as equipes respondem diversas perguntas e podem conquistar medalhas virtuais, de acordo com a pontuação atingida. Ao final do concurso, as medalhas darão direito a prêmios. Haverá também o desafio “Sustentaselfie”, em que os estudantes deverão postar fotos realizando alguma atividade sustentável. Semanalmente, será escolhida a melhor postagem, que receberá pontuação extra.
 
A cerimônia de premiação está prevista para novembro deste ano, com o anúncio da equipe campeã e premiação das finalistas. A avaliação das propostas será feita com base na criatividade, impacto e potencial de alcance do projeto, engajamento dos alunos e replicabilidade.
 
Os estudantes da Escola Municipal Maria Solano Menezes Diniz, de Brumadinho (MG) venceram a primeira edição do projeto, realizada em 2016, que tinha como tema “Água”. O projeto vencedor, denominado “Sustenta Já”, elaborado por alunos do 8º e 9º anos do ensino fundamental da escola Maria Solano Menezes Diniz, consistiu na elaboração de um sistema de captação de água da chuva para reaproveitamento na comunidade do Tejuco, que sofre com a crise hídrica e também com a poluição dos rios da região. Os estudantes conseguiram conscientizar a comunidade local do Tejuco sobre a gravidade do problema de falta de água e a necessidade do uso responsável. Posteriormente, os jovens apresentaram à comunidade o projeto de recolhimento de água da chuva com materiais de baixo custo instalados nas calhas dos telhados das casas.

Veja também

06/12/2017
PLÁSTICO | Garrafa mais leve economiza 35%
09/11/2017
SUSTENTABILIDADE | Braskem integra ranking da CDP
09/11/2017
SUSTENTABILIDADE | Consórcio BRC é renovado por cinco anos
30/10/2017
BRASIL-ALEMANHA | Câmara lança ciclo de palestras sobre ODS
29/09/2017
SUSTENTABILIDADE | Programa da DPaschoal evita troca de pneus
12/09/2017
SUSTENTABILIDADE | BASF lança edital Conectar para Transformar
29/08/2017
SUSTENTABILIDADE | Alcoa promove Conexão Sustentável
16/08/2017
CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL | UL apresenta banco de dados de produtos