19/02/2019 EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Braskem e Siemens investem no ABC

A Braskem anunciou investimentos de R$ 600 milhões em projeto de modernização tecnológica do sistema que atende ao cracker, principal unidade industrial do Polo Petroquímico do ABC, em São Paulo. O empreendimento prevê a substituição de turbinas à base de vapor por motores elétricos de alto rendimento, suportado por uma nova planta de cogeração de energia alimentada por gás residual do processo de produção petroquímica. 
 
Com a atualização, a Braskem passará a ter um processo industrial mais energeticamente eficiente. A petroquímica estima a redução do consumo de energia equivalente ao de uma cidade com um milhão de habitantes. "Este projeto é um exemplo dos grandes esforços que a Braskem faz na busca da maior excelência operacional, além de reforçar nosso comprometimento com o desenvolvimento sustentável", afirma Luís Pazin, diretor industrial da unidade de Químicos da Braskem no Sudeste. "Com a cogeração combinada de energia elétrica e gás, vamos consumir menos energia e emitir ainda menos gases de efeito estufa", completa. A estimativa é de uma redução de 11,4% no consumo de água e de 6,3% nas emissões de CO2 da unidade.
 
O projeto está previsto para ser concluído em 2021 e os recursos serão divididos com a Siemens, que irá construir e operar o sistema de cogeração de alta eficiência por meio de um contrato de longo prazo. "Este acordo é uma demonstração clara de que a Braskem tem procurado modelos de negócios criativos a favor da sua competitividade", diz Gustavo Checcucci, diretor de Energia da Braskem. "A confiança da Braskem em definir a Siemens como parceira estratégica para este desafiador projeto é resultado da nossa capacidade tecnológica e operacional que, associada à atratividade do inovador modelo BOO (Build, Own and Operate), assegura que a Braskem foque seus recursos no negócio, deixando sob responsabilidade da Siemens os investimentos necessários à engenharia, implantação, operação e manutenção da Usina de Cogeração, " afirma Yuri Sanches, Gerente Geral da Siemens no Brasil.

Veja também

14/08/2019
ENERGIA SOLAR | Geração no Brasil ultrapassa 1 GW
05/07/2019
ENERGIA RENOVÁVEL | Setor já emprega 11 milhões de pessoas
05/07/2019
FONTES RENOVÁVEIS | Energia solar para operar ETE
17/06/2019
FONTES LIMPAS | Santander quer ser 100% renovável
10/06/2019
FONTES RENOVÁVEIS | Google tem 100% de consumo
03/06/2019
RESÍDUOS SÓLIDOS | Universalização depende de R$ 7,6 bi
02/06/2019
ENERGIA EÓLICA | EDF encomenda 147 MW
27/05/2019
FONTES RENOVÁVEIS | Frente Parlamentar debate transição