12/09/2017 SANEAMENTO

Aegea capta R$ 155 mi com debêntures

Através da controlada Nascentes do Xingu, a Aegea Saneamento obteve R$ 155 milhões no mercado de capitais com a emissão de debêntures incentivadas de infraestrutura. Os recursos captados serão destinados à ampliação do sistema de abastecimento de água e redução de perdas, expansão do sistema de coleta e tratamento de esgoto das concessionárias Águas de Campo Verde S.A., Saneamento Básico Pedra Preta S.A., Águas de Primavera S.A. e Águas de Sorriso S.A., localizadas no Estado do Mato Grosso.
 
Com a emissão, a Aegea acessa novamente o mercado de capitais, diversificando as fontes de captação de recursos e alongando o perfil da dívida da companhia. A emissão, que teve rating AA(bra) atribuído pela Fitch, tem prazo de vencimento de sete anos e um mês e será amortizada em duas parcelas, em 2023 e 2024. Com fontes de financiamento diversificadas, a Aegea pretende garantir a solidez financeira para suportar o desenvolvimento de seu modelo de negócio. Complementarmente ao acesso a financiamentos via bancos comerciais e de fomento, mercado de capitais e agências multilaterais, a Aegea conta com investidores internacionais, como a International Finance Corporation (IFC), membro do Banco Mundial, o Fundo Soberano de Cingapura (GIC) e o Fundo Global de Infraestrutura (GIF). 

Veja também

19/02/2019
ÁGUAS SUBTERRÂNEAS | Falta de saneamento é um risco
18/02/2019
SUSTENTABILIDADE | Iguá cria instituto para saneamento
21/01/2019
SEGURANÇA HÍDRICA | Dessalinização e reúso devem crescer
14/01/2019
SANEAMENTO | Governo reedita MP que muda regulação
06/11/2018
MARCO DO SANEAMENTO | Municípios e entidades contra MP 844
25/09/2018
SANEAMENTO | ONGs batem meta anual de financiamento