03/03/2017 RESÍDUOS SÓLIDOS

É possível acabar com os maiores lixões do mundo?

O desafio do mundo continua enorme na questão da coleta e tratamento dos resíduos sólidos urbanos, assunto que pouco avançou nos últimos anos. No Brasil, a Política Nacional de Resíduos Sólidos, Lei nº 12.305/10, estabelecia o fim dos lixões em 2014, o que não aconteceu e o prazo está sendo prorrogado. Após identificar os 50 maiores lixões do mundo, suas localizações, tamanhos e áreas de impacto, a ISWA (International Solid Waste Association) resolveu sair apenas do discurso e lançou uma campanha global para o fechamento dessas áreas. A tarefa chega ao Brasil por intermédio da Abrelpe, que anunciou ações práticas para encerrar 5 lixões emblemáticos no País. 
 
O assunto é matéria da última edição da revista Saneamento Ambiental, que aborda ainda a crise hídrica, o ranking brasileiro dos melhores e piores municípios em saneamento segundo o Instituto Trata Brasil e as possibilidades de negócios entre Brasil e Itália.  
 
A edição está disponível em www.sambiental.com.br/revista/185